A primeira consulta dentária da criança

 

Quando é que as crianças devem ir pela primeira vez ao dentista?

Garantir uma boa saúde oral para as crianças parece ser uma tarefa bastante trabalhosa, fruto também de algumas dúvidas ainda existentes sobre o que se deve ou não deve fazer, nomeadamente com a idade indicada para se ir à primeira consulta de Medicina Dentária.

No entanto o acompanhamento de um profissional de Medicina Dentária desde cedo é essencial e, apesar de suscitar bastantes dúvidas como acima foi referido, a Dra. Maria João Silva, aponta para a ida ser entre os 2 e 3 anos de idade aquando da dentição de leite ficar completa (dependendo de criança para criança).

Inicie as consultas da criança pelos 2 a 3 anos de idade.

Ao iniciar as consultas nesta fase ir-se-á atuar naturalmente de uma forma preventiva, visto começar a ser acompanhado(a) regularmente por profissionais desde os primeiros anos.
Assim, evitam-se futuros problemas e criam-se hábitos saudáveis na criança, promovendo idas regulares ao consultório desde sempre, processo este que passará a fazer parte da sua vida de forma natural e desde muito cedo.

Acompanhando a evolução da dentição da criança com um profissional desde os primeiros tempos de vida, talvez despertemos as próximas gerações para a importância da prevenção e inverter as estatísticas que colocam Portugal como o segundo país da União Europeia com maiores carências de saúde oral.

Coloca-se então a questão:

Qual a importância dos dentes de leite se eles vão ser temporários?

Devido ao fato de serem temporários, os dentes de leite são muitas vezes encarados como pouco importantes para a nossa saúde oral futura. Errado!

A dentição de leite influencia o nosso bem-estar de várias formas proporcionando um desenvolvimento harmonioso, logo, devemos cuidar tão bem dela como se da dentição definitiva se tratasse.

Quais são então os seus benefícios?

Além da sua função estética e de contribuir para a autoestima da criança, a dentição de leite vai proporcionar uma mastigação adequada na medida em que irá facultar uma ajuda imprescindível à criança na passagem de uma alimentação líquida para uma alimentação sólida.

Também é sabido, do papel que a dentição de leite tem em manter o espaço na arcada e de orientar os dentes permanentes para as posições corretas, proporcionando assim um correto desenvolvimento da dentição definitiva, evitando correções futuras com tratamentos ortodônticos, por exemplo.

Importante ainda referir, o seu papel no desenvolvimento quer da fala quer da face, proporcionando o crescimento correto dos ossos e dos músculos da face e consequentemente do desenvolvimento da fala.

Em resumo podemos afirmar que, infeções graves em dentes de leite podem afetar decisivamente os permanentes e até a sua erupção, e por essa razão deve tratá-los como se de definitivos se tratassem procurando o Odontopediatra do seu filho pelo menos de 6 em 6 meses.

Confira o vídeo da Dra. Maria João Silva, deixe o seu "LIKE" ( que para nós é muito importante ) e caso tenha dúvidas não deixe de comentar, pois teremos todo gosto em esclarecê-lo(a).

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 7285
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.