Anticoagulantes e o seu efeito em pacientes que recorrem a tratamentos
dentários. 

Sabia que este tipo de medicação pode interferir de uma forma direta em pacientes que necessitam de procedimentos clínicos? Sabe quais os cuidados que deve ter antes dos tratamentos? Sabia que é imperativo que a sua clínica dentária esteja devidamente informada através do Questionário de Saúde (vulgo, anamnese) que está sob essa medicamentação?
 
Vamos por partes…
O que são anticoagulantes?
Os anticoagulantes são medicamentos utilizados na prevenção e no tratamento de trombos. Para isso, como o próprio nome indica, combatem os mecanismos que levam à coagulação do sangue surgindo então a questão - Como é que influenciam o tratamento?
 
O que acontece é que, por tornarem o sangue “mais fino”, os anticoagulantes
dificultam o estancamento de hemorragias, aumentando o risco de sangramento e de outras complicações. 

As cirurgias orais não são exceção e os médicos dentistas devem prestar atenção a este processo sendo, portanto, imperativo que no caso de tomar anticoagulantes, garantir que essa informação será passada ao seu médico dentista. Após ter conhecimento da situação o seu dentista poderá falar com o médico assistente que lhe receitou o medicamento e avaliar detalhadamente o seu caso, antes de tomar uma decisão.

Serão então analisados fatores como as características do anticoagulante, o seu nível de coagulação comparativamente com o valor padrão, o seu historial clínico, a eventual utilização de outros medicamentos em simultâneo e a duração e a complexidade do tratamento que vai realizar.

Só após toda esta análise é que se pode quantificar efetivamente o risco de efetuar o tratamento ou não. Dependendo do caso, poderá não ser necessário interromper a medicação, controlando-se as hemorragias de outra forma.

Seja como for, o importante é alertar sempre o seu médico dentista de toda e
qualquer medicação que está a tomar sendo ela anticoagulantes ou não.

Não menospreze também o facto de tomar habitualmente medicamentos ou suplementos naturais ou homeopáticos, muitos deles assumem no organismo efeito anticoagulante.

Tenha o cuidado de sempre informar o seu dentista de toda e qualquer medicação que faça assim como sempre que haja uma alteração – pequena
que seja – no seu estado de saúde.

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 5734
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.