Seja por existência de uma ou mais cáries, seja por quebra, normalmente o médico dentista sempre tenta resolver o problema sem a extração ou exodontia do dente partindo para outras soluções, contudo quando estamos na presença de um dano muito grande pode haver a necessidade de extracção.

Seguem algumas das razões mais comuns (além de fractura e cáries) associadas ao procedimento...

  • Existência de dentes adicionais (chamados de supranumerários) em algumas pessoas, comprometendo assim o respetivo alinhamento dentário;
  • Existência de dentes de leite que por vezes “atrapalham” a erupção de permanentes;
  • Em alguns casos de pacientes que têm necessidade de colocar aparelhos ortodônticos, poder-se-á ter que proceder à extração de dentes para abrir espaço para os dentes que serão alinhados;
  • A existência de dentes do siso por vezes leva à sua extracção pois pode dar-se o caso de não haver espaço suficiente na boca para os mesmos ou formação de quistos.

Tipos de extração:

  • Extração simples - Realizada em dentes totalmente erupcionados.
  • Extração cirúrgica - Procedimento mais complexo, usado nos casos de dentes que se tenham partido dentro do osso ou de dentes não totalmente erupcionados. 

Normalmente, são os médicos dentistas especialistas em Cirurgia Oral que realizam esse procedimento, muito embora outros médicos dentistas possam realizá-lo. 

Extrações mais complexas geralmente causam maior incómodo após o procedimento do que extrações simples. O nível de desconforto e sua duração irá depender da dificuldade de remoção do dente. 

O médico dentista poderá prescrever medicação anti-inflamatória e analgésica contra a dor por alguns dias. 

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 3608
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.