Implante dentário nada mais é que, a solução mais utilizada para substituir dente(s) perdido(s) restaurando assim o sorriso e devolvendo a mastigação ao paciente.

Tecnicamente trata-se de um pequeno parafuso de titânio que que é colocado no interior do osso do paciente com o objetivo de desempenhar a função da raiz de um dente normal.

Qual a sua real importância e função então?

Ao nos faltar um dente, o seu antagonista (dentes do maxilar oposto), e os que estão ao lado, tendem a deslocar-se para o espaço livre deixado pelo dente perdido, provocando assim desequilíbrios nas arcadas dentárias que podem originar a perda de mais dentes, ou mesmo problemas graves na articulação dos maxilares. A somar a isto, no local do dente perdido irá dar-se a reabsorção (absorção pelo organismo) do osso maxilar onde as raízes dos dentes estavam implantadas com a consequente perda óssea.

Ao substituir a raíz do dente, os implantes dentários têm uma função muito clara e objetiva - restituir as funções dos dentes naturais (mastigatória, fonética e estética) ao paciente, sem qualquer diferença para um dente normal.

De referir ainda que, normalmente são utilizados para colocar dentes fixos sobre os mesmos, contudo, em determinados casos, também podem ser utilizados para estabilizar próteses removíveis, garantindo um maior conforto e qualidade de vida ao paciente.

Como sabemos cada caso é um caso, e a solução indicada para cada um deles dependerá sempre dos desejos do paciente.

Como funciona a reabilitação com implantes dentários?

A colocação de implantes dentários podem servir para substituir um dente, um conjunto de dentes ou uma arcada completa. Como é óbvio, varia consoante as necessidades de cada paciente e a opção pretendida.

No caso de faltar apenas, imaginemos, um dos dentes, é colocado um implante unitário. Neste caso depois do implante estar consolidado ( “... aproximadamente 2 meses para a biologia poder funcionar...” de acordo com Dr. Cesaltino Remédios, conforme poderá verificar no vídeo ) será colocada/aparafusada a respectiva coroa sobre o implante unitário.

A coroa é uma peça anatomicamente semelhante ao dente natural e normalmente elaborada em cerâmica.

No caso de existirem vários dentes em falta e juntos/contíguos, poderemos recorrer à colocação de uma ponte fixa aos implantes. Uma ponte, nada mais é que, uma estrutura constituída por várias peças unidas entre si, representando os dentes naturais, e elaborada com os mesmos materiais.

Em casos extremos de falta significativa de dentes, poderemos implantar uma arcada completa (ou dentadura completa) ou maxilar completo sobre os implantes (prótese sobre implante). Nesta situação, podemos falar em situações de reabilitação All-On-6 ou All-On-4 – ou seja, toda a prótese assenta ou em 6 implantes ou 4 implantes. Na Remiclínica, é possível nestes casos, o paciente levar dentes fixos no próprio dia.

Próteses e implantes: Qual a diferença?

Implantes e próteses são conceitos diferentes.

Implante é a estrutura que é colocada no osso que, em algum tempo, espera-se que fique osteointegrado (fixo no osso). O objectivo é, posteriormente, receber uma coroa feita à medida, ficando esta aparafusada ao implante.

Perante a ausência de vários dentes, eles vão fixar a pelo menos dois implantes. Nesta situação falamos em prótese sobre implantes. Como já referido, poderá esta ser uma solução fixa ou removível, mesmo sobre implantes.

Para além dos implantes dentários, existem outras soluções como as próteses dentárias removíveis para o problema da falta de dentes. Estas próteses dentárias poderão ser removíveis e geralmente elaboradas em acrílico (próteses acrílicas) ou em cromo-cobalto (próteses esqueléticas).

Confira o vídeo com o Dr. Cesaltino Remédios, deixe seu "LIKE" e comente caso tenha dúvida(s).

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 9752
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.