Anualmente, estima-se que cerca de 6 milhões de pessoas morrem devido ao consumo de tabaco, quer de forma direta - como fumadores ativos, quer de forma indireta - como fumadores passivos.
Diariamente somos confrontados com os riscos que o tabaco acarreta para a sua saúde. Bem sabemos que afeta toda a saúde geral, porém, incide de uma forma mais direta em alguns órgãos, sendo a saúde da boca e o estado dos dentes aqueles a que podemos dar forte atenção.
Saiba quais são algumas das principais consequências negativas do ato de fumar para a sua saúde oral:

  • Mau hálito – Conhecida como Halitose. Talvez seja aquela que mais facilmente detetamos. É uma das mais comuns e das mais evidentes na maioria dos fumadores.
  • Perda de sensibilidade do paladar e do olfato. Seguramente já ouviu ex-fumadores falarem que após deixarem de fumar ficaram com o paladar e o olfato mais apurado.
  • Fumar pigmenta os dentes, tornando-os mais escuros e amarelos.
  • Sendo que um fumador sofre mais inflamações nas glândulas salivares, reduzindo a produção de saliva, a boca irá ficar mais seca, potencializando um ambiente mais propício para o desenvolvimento de cáries.
  • Os hábitos tabágicos diminuem a resposta do sistema imunitário perante as infeções orais. Com o consumo de tabaco, pode haver uma maior dificuldade de circulação sanguínea na boca, prejudicando os tecidos das gengivas dificultando a cicatrização das mesmas, surgindo assim com maior facilidade o aparecimento de doenças como gengivite ou nos casos mais graves periodontite.
  • Todo o processo de acumulação de tártaro nos dentes fica facilitado na boca de um fumador, sendo necessário idas mais regulares ao seu dentista.
  • Fumar é o principal fator de risco para desenvolver Cancro Oral.
  • Aumenta também os riscos de defeitos congénitos, como o lábio leporino e a fenda palatina nos filhos de mulheres que fumam durante a gravidez.
  • O tabaco mascara os sinais de alerta na boca pois para o fumador, sente-se menos a dor e as gengivas sangram menos. Só quando os problemas orais estão muito avançados é que o fumador se dá conta, acarretando um risco alto de perda dos próprios dentes.

O melhor conselho possível é: Pare de fumar.

Procure apoio no seu Centro de Saúde com a consulta específica de Cessação Tabágica, gratuitamente. Converse sobre o assunto aquando da sua consulta com o Higienista Oral ou Médico Dentista.

As taxas de sucesso dos programas de cessação tabágica são cada vez mais altas. A terapia de substituição de nicotina está já na Lista de Medicinas Essenciais da Organização Mundial de Saúde, que prevê que em 2030, o tabaco possa vir a ser a maior causa de morte em todo o mundo. É urgente tomar uma atitude.

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 5441
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.