Antes de explicarmos de que se trata o Tórus Palatino teremos obrigatoriamente que começar por explicar o que é o palato e qual a sua função, pois a origem do problema começa aí.

Ora, o palato, mais vulgarmente conhecido por céu da boca, trata-se de uma estrutura óssea revestida por tecido mole que tem como funções a produção de certos sons ao falar e o auxílio na mastigação e deglutinação.

Geralmente é côncavo e regular, podendo por vezes aparecer nódulos na linha média do palato devido a uma condição chamada tórus palatino. Pode parecer preocupante, mas na realidade não é.

Podemos então definir tórus palatino como crescimentos ósseos, que podem aparecer no céu da boca e aumentar lentamente, mas que raramente interferem na alimentação e na fala.

A palavra "palatino" refere-se ao céu da boca e "tórus" refere-se aos nódulos ósseos. Podem aparecer um ou mais nódulos, podendo ser regulares ou irregulares, planos, fusiformes ou nodulares.

Geralmente tratam-se de crescimentos que são inofensivos, contudo condições mais graves também causam protuberâncias na boca, daí ser de extrema importância consultar o seu médico dentista para fazer o diagnóstico correto.

Causas e fatores de risco

Embora qualquer pessoa possa desenvolver um tórus palatino, algumas populações têm um risco maior e mulheres com mais de 30 anos são mais propensas a desenvolver a patologia.

As causas da mesma ainda não são bem claras, contudo, a hereditariedade e o trauma parecem ter influência. 

Ainda em relação às causas, existem alguns estudos em que pesquisadores
identificaram um forte componente genético para os crescimentos ósseos na boca.

Complicações e tratamento

Geralmente não causam complicações, no entanto, algumas situações podem tornar necessária a sua remoção cirúrgica. A melhor forma para resolver o problema será aconselhar-se com um médico dentista.

O cirurgião maxilo-facial é o especialista nesta patologia. Quando necessária, a cirurgia é um procedimento relativamente simples que passa por uma abertura do palato removendo o osso em excesso. As complicações decorrentes da mesma incluem inchaço, sangramento e infeção, mas o risco de que ocorram é pequeno.

Tem nódulos no céu da boca?

Se sim marque de imediato uma consulta por forma a avaliar a situação e fazer o correto diagnóstico e não se esqueça de sempre manter os seus hábitos diários de higiene oral escovando os dentes pelo menos duas vezes ao dia e usando o fio dentário.

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 9345
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.