Quando a criança apresenta um desenvolvimento facial anómalo, normalmente identificado pelos pais como o queixo muito para a frente ou muito para trás, quando os pais identificam uma respiração oral, ou quando a criança ressona.

A ortopediatria facial deve ser feita por um ortodontista em colaboração com outras especialidades, nomeadamente a otorrinolaringologia, terapia miofuncional e odontopediatria. Estes tratamentos visam corrigir a causa do problema e direcionar o crescimento e desenvolvimento Facial. Promove uma mudança na estrutura da forma da face e dentes. A criança adquire melhor postura e melhor função a nível da cavidade oral e do corpo.

Quando é feito um diagnóstico atempado, diminui-se a probabilidade de ter que recorrer a terapêuticas mais interventivas à posteriori.

Marcar uma Consulta
Nome (Obrigatório)
Telémovel (Obrigatório)
Data pretendida (Obrigatório)
Especialidade
Observações
Transcreva os seguintes números: 9668
Fechar
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.
Será contactado pelos nossos serviços logo que possível para confirmar a consulta.